Insuspeito

Ambiente e Urbanismo. E-mail: nunomarques2009@gmail.com. Também no FACEBOOK, em www.facebook.com\nunomarques2009.

23 janeiro 2007

O desafio

Os rankings valem o que valem.
E se valorizamos aqueles que colocam o nosso concelho em lugar de destaque, pela positiva, é claro que também devemos ter atenção aos outros. Aqueles que nos dão destaque pela negativa.
E se nos regozijamos quando vemos Lagos reconhecido como o concelho com melhor qualidade de vida do Algarve, embora o 15.º a nível nacional, também nos devemos preocupar quando olhamos para outro ranking e vemos que somos o segundo concelho do país onde se pagam mais impostos municipais per capita.
Não vejo entre um outro, necessariamente, qualquer relação directa.
Porque em tempos idos, quando os impostos municipais eram baixos, a capacidade de investimento municipal não deixou de ser elevada. E sem recurso ao endividamento.
Ou seja, não é obrigatório que, para ter qualidade de vida e protecção social, tenhamos de pagar impostos elevados.
Antes pelo contrário.
A ambição é acreditar que o futuro é pagar menos impostos e garantir um padrão elevado de qualidade de vida.
Aumentar em qualidade de vida, protecção social e competitividade económica e entrar no top 10 nacional. Descer ao fundo da tabela em capitação de impostos.
Eis o grande desafio para a próxima geração autárquica.

3 Comentários:

Às 6:07 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

E em que posição se encontrava o concelho de Lagos aquando da gestão de merceeiro do PSD?
Era só pra saber...

 
Às 3:12 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Queria ver se dizias que "os rankings valem o que valem" se Lagos tivesse ficado em último.... hipócrita até mete.... sempre do contra

 
Às 10:04 da tarde , Blogger Aguimas disse...

Esta fez-me rir. recuando no tempo, quase que chego às lágrimas com a vontade de rir. O que o tempo faz!!! Realmente o tempo parece ser deveras eficaz a passar a borracha por cima dos acontecimentos.
Quando era o tempo da governação Laranjo todos os elogios valiam bem a pena ser referidos e tantas vezes enaltecidos. Agora, ai que Deus se alguém disser que o Júlio está a fazer alguma coisa de jeito.

É um facto que eu não concordo com as nomeações dos gestores das empresas publicas que a CM criou, mas concordo por razões que se prendem com decisão em termos socias. O Zé Manel é um tipo sério e profundamente capaz de levar por diante a tarefa que se propôs fazer. Eu acredito nele apesar de preferir que ele não tivesse sido nomeada ao abrigo de uma suposta amizade, sabendo eu como sei que não foi isso que prevaleceu na decisão, mas é o que parece.

Já chateia que as criticas se realizem sempre pelo lado negativo. Há muitas coisas nesta governação que estão bem. Isso é um facto indesmentivel. Não haverá numa dessas "coisas" boas que estejam a ser realizadas como continuação de um trabalho realizado anteriormente? Será que o melhor caminho é o negativismo? Sei lá, isto é só uma apreciação. Há já muito que não fazia nenhuma intervenção e como decidi refrear as minhas intervenções no "blog" tenho tido mais tempo para ler.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial