Insuspeito

Ambiente e Urbanismo. E-mail: nunomarques2009@gmail.com. Também no FACEBOOK, em www.facebook.com\nunomarques2009.

28 novembro 2006

A verdade vem sempre ao de cima

1. Mais 10 milhões de euros em despesas correntes, menos 18 milhões de euros de investimentos, é o que prevê o Orçamento municipal para 2007.
Cerca de 550 mil euros destinados a publicidade, 400 mil por conta do pelouro da Cultura, Desporto e Educação.
Água e saneamento mais caros em 8,1%.
Em síntese, as mesmas ideias, os mesmos projectos.
A mesma gestão. A mesma falta de imaginação.
A mesma política.
Nada de novo, portanto, para 2007.
2. No estudo para a actualização do tarifário de água, saneamento e resíduos sólidos, da autoria do Director de Projecto Municipal, Dr. Luís C. Reis, apresentado na reunião de Câmara do passado dia 22 de Novembro, lê-se que:
O aumento dos custos relativos ao abastecimento de Água prestado pela Empresa Águas do Algarve e a transferência do sistema de Gestão em alta do saneamento à mesma empresa foram determinantes para o agravamento dos sectores de Água e Saneamento. (sublinhado meu).
Ou seja.
Para alguém que lutou contra a venda do nosso sistema de saneamento à empresa Águas do Algarve, e que tanto foi criticado por isso;
Para alguém que disse, na altura da venda, que era um negócio ruinoso para Lagos e para as finanças municipais (ver artigo publicado em 13 de Julho de 2004, aqui);
Para alguém que apelou à responsabilidade do PS local para que não deixasse que isso fosse feito (ver Nota de Imprensa do PSD/Lagos, de 12 de Julho de 2004, aqui));
Para alguém que agora lê destas coisas como fundamento para sustentar violentos aumentos tarifários, e que sabia - como sabiam todos os que votaram a favor - que, a partir de 2005, passaríamos a pagar um factura anual superior a 1,23 milhões de euros/ano, com tendência para aumentar, só lhe resta, afinal, uma de duas opções.
Conformar-se com os louros da razão e esquecer o assunto.
Ou voltar a denunciar tudo isto com a convicção de que é imperioso responsabilizar quem de direito por tamanho crime de cidadania.
Opto, claro, pela segunda.
Os lacobrigenses saberão avaliar e, mais tarde, escolher quem melhor os defenda.
Nota: Para que não haja dúvidas consulte as deliberações de Junho de 2004 da Assembleia Municipal, aqui.

2 Comentários:

Às 10:12 da tarde , Anonymous KROMELEK disse...

Mas quem é que para esses gajos? Dizer não basta é preciso actuar.

O JB tem que sair do poleiro, JÁ!
KROMELEK

 
Às 6:20 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

La Fiesta continua em 2007.Olé!!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial