Insuspeito

Ambiente e Urbanismo. E-mail: nunomarques2009@gmail.com. Também no FACEBOOK, em www.facebook.com\nunomarques2009.

06 maio 2006

"Pela positiva!"

C. de L. - Este concerto que parece começar a estabelecer-se com a oposição em relação à gestão do território de Lagos, parece dar já alguns frutos como o prova o chamado complexo Erikson. É verdade que, o que os grandes empreendimentos conseguem unir, a política partidária, ao intrometer-se pelo meio, acaba por dividir?
P. C. M. L. - Julgo que só quem é do contra só por ser e do quanto pior melhor é que pode não querer perceber o interesse municipal do projecto. Nestas coisas principais, se houver união ganhamos obtidos.
C. de L. - A Câmara ainda tem capacidade económica para aproveitar esta fase derradeira dos fundos estruturais ou, conforme diz a oposição, “já não tem dinheiro para pagar obras lançadas à pressa”?
P. C. M. L. - Desconheço a que obras é que se refere. Todas as acções municipais têm seguido escrupulosamente os preceitos legais. Estamos a fazer o possível para aproveitar ao máximo os fundos. Como se sabe, o Algarve vai entrar em Phasing-out relativo aos fundos estruturais. Já viu alguma obra parada por falta de pagamento? Eu não. Lagos orgulha-se de ser um raro exemplo de obra feita sem exceder a sua capacidade de endividamento e sem dever nada a ninguém. A oposição demonstra, mais uma vez, a sua irresponsabilidade demagógica e falta de seriedade política e intelectual. Esta oposição ainda tem que crescer muito!
C. de L. - A gestão de um município como o de Lagos abriram-no mais à crítica e às contribuições e opiniões alheias ou, pelo contrário, tem-se fechado e tornado ainda mais obstinado em levar por diante o que tem em mente?
P. C. M. L. - Nunca fui fechado à crítica construtiva, antes pelo contrário, mas sem perder a objectividade. Tenho dificuldade em seguir conselhos, opiniões ou críticas de quem não apresente legitimidade moral-social, técnico-intelectual ou política séria. Gosto mais de ouvir as pessoas simples e despretensiosas do que alguns grandes sabedores que podem discorrer sobre tudo e sobre todos do alto de suas cátedras conquistadas à custa de bazófias e demagogias baratas. Mesmo assim, obviamente, ouço-os a todos, mas sou muito cioso do caminho que traço com a minha equipa, com os que efectivamente conhecem e com os que, reconhecidamente, não andam à procura de qualquer coisa...
Excerto da entrevista do Sr. Presidente da Câmara Municipal de Lagos ao jornal "Correio de Lagos", edição de Maio/2006.
Foto: Canallagos

7 Comentários:

Às 10:44 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Quem é este Júlio Barroso?

 
Às 9:25 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Tens cá um pó o Homem.

 
Às 1:17 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

O homem sonha, a obra nasce!
Ass: Exmº Senhor Doutor Júlio Barroso

 
Às 8:21 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Sempre é melhor fazer obra,que andar nas tascas a dar palmadinhas nas costas da malta.

 
Às 12:47 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

Concordo com o anónimo

 
Às 3:15 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Basta ler as expressões utilizadas pelo Senhor Presidente Dr Júlio Barroso para perceber que tudo o que dizem contra ele tem no mínimo um fundo de verdade (especialmente no que concerne à condução economica e financeira municipal). Agora uma pergunta. Aquela das Cátedras de Bazófias era para o Vereador Marreiros? è porque de facto o Senhor fala sobre tudo e sabe tudo.
O Peixe já começa a cheirar mal, e epenas é necessário tempo para que apodreça.

 
Às 8:12 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

Where did you find it? Interesting read »

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial