Insuspeito

Ambiente e Urbanismo. E-mail: nunomarques2009@gmail.com. Também no FACEBOOK, em www.facebook.com\nunomarques2009.

15 março 2011

Novo traçado de IC4 prejudica Terras do Infante (actualizado)

O traçado do novo IC4-Itinerário Complementar 4 que ligará Lagos a Sines será constituído por um troço em Estrada Nacional (EN) e outro em via rápida-Itinerário Complementar (IC).
Com efeito, o troço entre Lagos e Odemira terá perfil de estrada nacional, ao contrário do troço Odemira-Sines, na Costa Alentejana, que terá o perfil de uma via rápida idêntico ao dos outros itinerários complementares algarvios –o IC1 (Guia-Marateca) e o IC27 (Castro Marim-Beja).
De acordo com o estudo recentemente alvo de discussão pública, o INIR-Instituto de Infra-estruturas Rodoviárias, decidiu deixar cair o perfil de via rápida para o troço Lagos-Odemira, previsto desde o início da década de noventa e também contrariamente ao previsto no Plano Rodoviário Nacional, opção que, somada à introdução de portagens na Via do Infante ou ao novo plano de ordenamento do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, não passa de mais uma decisão que acentuará o carácter periférico do extremo barlavento algarvio, com todos os efeitos negativos a ela associados.
Comparativamente, o investimento no novo IC4 com dois tipos de via diferentes custará aos contribuintes cerca de 262 milhões de euros, apenas 3,5% abaixo do valor estimado para a construção da via em perfil integral de IC, o que acentua ainda mais a minha perplexidade perante esta proposta do governo, porquanto o projecto vindo a público reveste-se fundamentalmente de contornos políticos e não de condicionalismos técnicos ou financeiros.
A Câmara Municipal de Lagos (precipitadamente?) já emitiu o seu "parecer favorável" à proposta do governo...
I
Conheça mais sobre os estudos do INIR de avaliação do Plano Rodoviário Nacional, aqui.
Para conhecer o estudo relativo ao novo IC4 e a Avaliação Ambiental Estratégica do novo traçado proposto, clique aqui.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial