Insuspeito

Ambiente e Urbanismo. E-mail: nunomarques2009@gmail.com. Também no FACEBOOK, em www.facebook.com\nunomarques2009.

02 julho 2006

Perguntas de algibeira

O terreno ao lado do Intermarché não serve para construir a nova esquadra da PSP porque aquela zona da cidade "está muito pressionada em termos de tráfego", dada a densidade habitacional e a presença nas imediações de um grande supermercado, um lar de idosos, um hospital particular e uma escola.
Por isso, há que construir a esquadra noutro lado. Onde não haja essa "pressão" - junto à rotunda do estádio, na antiga horta do Gorgulho, coincidentemente, propriedade do Intermarché.
No entanto, está escrito que o tal terreno muitíssimo pressionado, "será destinado a parque de estacionamento ou a qualquer outro uso complementar ao funcionamento do Intermarché" (sublinhado meu).
Quererá isso dizer que, com o novo destino a dar ao terreno, se aliviará a carga de tráfego na zona?
Ou será que, verdadeiramente, a construção da esquadra naquele sítio, o que iria fazer era comprometer a ampliação do supermermercado e a instalação desses tais "usos complementares" ao seu funcionamento?
E o sacrifício que deve ter sido fazer com que o Intermarché alinhasse no "negócio"?

5 Comentários:

Às 7:19 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

interesses de algibeira

 
Às 7:45 da tarde , Blogger pvnam disse...

[mini-spam]

SEPARATISMO NA EUROPA

--- O Multi-Culturalismo Local ( ao nível de cada cidade )... produz... um Mono-Culturalismo Global: TODAS as cidades irão ser dominadas demograficamente pelos Povos( Raças ) de maior rendimento demográfico.
--- Pelo contrário, o Mono-Culturalismo Local ( a existência de Reservas Naturais de Povos Nativos )... produz... um Multi-Culturalismo Global: TODOS os Povos Nativos ( inclusive os de menor rendimento demográfico... ) vão poder ter o SEU espaço no Planeta.


-- O Movimento Tolerante Pró-Diversidade reivindica a DIVISÃO dos Países em dois espaços:
---> 1) um ( 50% ) de Competição Global;
( nota: neste espaço os adeptos da Competição Global [e da Mestiçagem] concretizam o Direito de ter o seu espaço no Planeta... );
---> 2) outro ( 50% ) de Reserva Natural;
( nota: neste espaço aqueles Nativos - que pretendem estar no Planeta, com CORAGEM e DETERMINAÇÃO, a Lutar pela Sobrevivência da sua Identidade - concretizam o Direito de ter o SEU espaço no Planeta )
[ ver: SEPARATISMO-50 ]

-> Nota 1: Este Movimento não é Fundamentalista. Assim sendo, devem ser considerados como Nativos todas as pessoas com, pelo menos, x % de GENES TÍPICOS NATIVOS... (nota: x% -> a definir...)
-> Nota 2: o Período de Transição de Divisão... deverá ser de VÁRIAS Décadas...


ADENDA:
---1--- Existem Povos de Boa Vontade --> estes Povos não têm quaisquer problemas em reconhecer que devem existir (no Planeta) Reservas Naturais de Povos Nativos.
---2--- Os INTOLERANTES, para a existência de Reservas Naturais de Povos Nativos, são:
-a)-> Os Predadores Insaciáveis -->> como ambicionam Ocupar e Dominar mais e mais novos territórios... consequentemente... pretendem que o ‘caminho esteja livre’... [Exemplos: Os Africanos, os Mestiços, os Árabes,... --->>> nota: existem excepções à regra -> pessoas de Boa Vontade]
-b)-> Os Capitalistas Selvagens -->> como estão interessados em que se proceda à SUBSTITUIÇÃO POPULACIONAL dos autóctones... por... Povos economicamente mais rentáveis...
-c)-> A Parasitagem Branca (a Maioria dos europeus...) -->> como pretendem curtir a existência de alguém que pague as Pensões de Reforma [apesar de... nem sequer constituírem uma Sociedade aonde se procede à Renovação Demográfica!]... e ao mesmo tempo... pretendem que a Ocupação da Europa por outros Povos( Raças ) seja considerada um 'Processo Absolutamente Natural'...

 
Às 8:37 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Domingo, Julho 02, 2006

Mais um passo rumo à final
40 anos volvidos, voltamos a uma meia-final dum Campeonato Mundial. Para um país de 10 milhões de habitantes e em que 50% dos jogadores que actuam na Liga portuguesa são estrangeiros, este é um feito notável que deve merecer de todos nós os maiores elogios. Como já havia sucedido no Euro 2004, os ingleses voltaram a baquear nas grandes-penalidades graças a Ricardo que, mais uma vez, se mostrou insuperável. Agora teremos pela frente a França que contra todas as previsões afastou o Brasil que toda a gente apontava como o futuro campeão do mundo. Será mais um jogo de fortes emoções e desta vez a tradição não joga a nosso favor. Superstições à parte e admitindo que os gauleses terão alguma dose de favoritismo, os nossos jogadores tudo irão fazer para agarrar esta oportunidade única de estar presente numa final do Mundial. Não será fácil mas não é impossível. Com muita aplicação e alguma sorte à mistura pode ser que a felicidade nos bata à porta. Seria uma grande alegria para um país em estado de tristeza permanente.

# posted by <$karadas$> @ 1:27 AM 1 comments
Sexta-feira, Junho 30, 2006

Itália defronta a Alemanha
A Itália junta-se à Alemanha, nas meias-finais, depois de vencer a Ucrânia. Sem ter feito uma exibição que deslumbrasse, bem longe disso, os italianos evidenciaram a eficácia habitual: nas poucas oportunidades que tiveram de golo marcaram por três vezes. Em contrapartida, os ucranianos que são capazes de ter tido igual número de oportunidades de marcar, não concretizaram nenhuma. E assim se fez a história do jogo. No saber aproveitar residiu a principal a diferença entre as duas selecções.

# posted by <$karadas$> @ 10:13 PM 0 comments

Alemanha a um passo da final
A Alemanha é a primeira selecção a atingir as meias-finais ao ganhar na lotaria das grandes- penalidades, num jogo que ficou aquém das expectativas. As duas equipas estiveram amarradas ao esquema táctico, foram bastante calculistas o que resultou num futebol previsível, pouco espectacular, sem grandes atractivos para o espectador. Ganharam os alemães como podiam ter ganho os argentinos dado o equilíbrio de forças. Os argentinos não foram a selecção que nos vinha habituando neste Mundial: pouco ambiciosos, limitaram-se a gerir o resultado e pagaram por isso. Os alemães tiveram um assomo de coragem após se verem em desvantagem no marcador, pressionaram o adversário e recolheram os frutos dessa atitude mais agressiva. Estão nas meias-finais e são sérios candidatos à conquista do Mundial. Os argentinos apontados como um dos principais favoritos regressam mais cedo a casa de forma inglória.

# posted by <$karadas$> @ 7:10 PM 0 comments
Quinta-feira, Junho 29, 2006

Temos rescisão à vista?
Não sei porquê, estou com um mau pressentimento relativamente a Manuel Fernandes. A alegada intervenção cirúrgica para debelar a pubalgia de que aparentemente padece, sem prestar cavaco ao Benfica, não me cheira nada bem. Há qualquer coisa nesta história que não bate certo. Será que o jogador está a preparar o terreno para uma rescisão de contrato?

# posted by <$karadas$> @ 8:11 PM 0 comments

As arbitragens no Mundial
As arbitragens neste Mundial não diferem em nada daquelas que vamos vendo na nossa Liga. A incompetência tem sido grande e nessa matéria, como tão bem sabemos, os árbitros portugueses são insuperáveis. Assim sendo, não se percebe como não temos nenhum árbitro na competição. Não só não destoariam dos seus colegas estrangeiros, como até poderiam elevar o nível de incompetência. Imagino o quanto a arbitragem nacional se deve sentir injustiçada. Não há direito.

# posted by <$karadas$> @ 11:42 AM 0 comments
Quarta-feira, Junho 28, 2006

Brasil e França nos quartos de-final
Finalmente está composto o quadro dos quartos-de-final. A Espanha que já sonhava com a vitória no Mundial foi mandada para casa pelos "velhos" franceses que, pelos vistos, ainda aí estão para as curvas. O Brasil que se cuide pois a França não vai ser pêra doce. Não sei porquê, dava-de um certo gozo ver os brasileiros eliminados, tão grande é a sobranceria do seu treinador e de alguns dos seus jogadores. Hoje afastaram o Gana com a dose habitual: pouco futebol, mas o suficiente para ir ultrapassando adversários. Quanto aos ganeses foi pena Essien não ter jogado, pois talvez a história do jogo pudesse ter sido diferente. Infelizmente para eles, estes africanos mexem na chicha, mas são campeões na ingenuidade.

 
Às 8:38 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Causa Nossa

Blogue publicado por Ana Gomes (AG), Jorge Wemans (JW), Luís Filipe Borges (LFB), Luís Nazaré (LN), Luís Osório (LO), Maria Manuel Leitão Marques (MMLM), Vicente Jorge Silva (VJS) e Vital Moreira (VM)
Sexta-feira, Junho 30
Guantanamo embucha Bush
Estou em Nova Iorque. As televisões americanas estão a destacar que o Supremo Tribunal dos EUA, num voto de 5-3, declarou hoje que a Administração Bush, ao pretender levar a tribunais especiais os suspeitos de terrorismo, viola as Convenções de Genebra e as leis militares americanas.
As televisões dizem que o Tribunal recordou decisões precedentes relevantes, como a que considerou ilegal a política do Presidente Truman de internar os japoneses-americanos na II Guerra. Lembram como as Convenções de Genebra serviram para julgar e condenar os criminosos nazis e, portanto, como também devem servir para julgar os criminosos da Al Qaeda. E sublinham como violar as Convenções de Genebra não está a dar resultados na "guerra contra o terrorismo".
O Supremo Tribunal americano veio confirmar a justeza do que na Europa muitos sempre defendemos - contra as teses de uns tantos políticos e comentadores invertebrados, sempre prontos a servir e salivar, que tentaram justificar o injustificável.
Tony Snow, o novo porta-voz de Bush, embucha a procurar explicar como o advogado Neal Katyal, de Hamdam, alegadamente um condutor de Ossama Bin Laden, conseguiu de desferir mais um pesado golpe a esta já tão desacreditada Administração. Embucha, incapaz de antecipar o que se vai passar com os detidos em Guantanamo e nas outras prisões de regimes nada recomendáveis para onde a Administração tem deslocalizado a tortura e onde mantem, sequestrados, indivíduos que não julgou nem inculpou.
Não é só por Nova Iorque que eu gosto da América. É por esta capacidade de regeneração que têm as instituições democráticas americanas.
[Publicado por AG] 30.6.06
Deus e César
Pode ler-se agora na Aba da Causa o meu artigo desta semana no Público, com o título "A separação inacabada", a propósito da exclusão dos representantes da Igreja católica do protocolo do Estado. Em defesa da laicidade do Estado.
[Publicado por vital moreira] 30.6.06
Lugares de encanto
Águas de São Pedro, interior do Estado de São Paulo, Brasil.
[Publicado por vital moreira] 30.6.06
Lugares de encanto
Grande Hotel, Águas de São Pedro, interior do Estado de São Paulo, Brasil.
[Publicado por vital moreira] 30.6.06
Quinta-feira, Junho 29
Ramalho Eanes, por Luís Osório
As entrevistas de Luís Osório no RCP são do melhor que há no género, explorando com inteligência e sensibilidade o carácter e a autenticidade de cada entrevistado. A entrevista de hoje com Ramalho Eanes não ficou atrás, revelando uma personalidade sensível e humanista, longe do estereótipo ligado à sua carreira de militar disciplinado e de Presidente da República austero.
Com Luís Osório as pessoas revelam-se sempre menos simples e mais ricas do que parecem. Ainda bem.
[Publicado por vital moreira] 29.6.06
Qua admiração!
«Jardim solidário com Ruas». O arruaceiro político "profissional" saúda o "amador". Nenhuma surpresa.
Nisto tudo há, porém, um silêncio comprometedor: o do presidente do PSD, Marques Mendes. Acha, porventura, a questão irrelevante?
[Publicado por vital moreira] 29.6.06
Lugares de encanto

 
Às 2:00 da tarde , Blogger Vereador da Tanga disse...

Algo muito esquisito em tudo isto.
Não é preciso ser tecnico para ter a noção que onde esta implantado ,o ainda parque do intermarche,se trata do local ideal para a construção da nova esquadra.
Penso que qualquer executivo camarario devera ser sensivel aos interesses privados desde que os mesmo não colidam com o interesse publico.
Se a nova localiação é tão boa e só tem virtudes,porque não se muda o Intermarche para lá, e a Camara negoceia a actual localização do mesmo para a contrução de outro equipamento de interesse publico?

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial